segunda-feira, 14 de setembro de 2015

VÔLEI CANOAS FAZ TESTES FÍSICOS DE ÚLTIMA GERAÇÃO!

Guilherme Berriel ( de camiseta escura) é o preparador físico do Canoas. Foto: Matheus Beck/TXT
Canoas (RS) - A temporada do Vôlei Canoas dentro das quadras começa na próxima sexta-feira, às 20h, em Pelotas, contra o Brilhante. Fora dela, a preparação completa dois meses. Nesta última semana, dois testes finalizaram o período de trabalho físico: o teste isocinético e o teste de salto em plataforma de força. Ambos utilizam uma tecnologia de ponta na preparação esportiva. O isocinético serve para determinar o desempenho muscular entre os membros inferiores direito e esquerdo e entre intramembros - a musculatura posterior e anterior da coxa. Se há uma diferença muito grande entre um e outro, cresce a chance de lesão ao longo das competições.

NOTA DO EDITOR: Alô, amigos! A parte física será fundamental nesta temporada que está começando! Lógico que a qualidade técnica ainda será importante para a definição dos jogos, entretanto, com a evolução do esporte em todos os sentidos, a preparação física no voleibol poderá ser o diferencial. A equipe que estiver bem preparada fisicamente poderá surpreender o time que possui jogadores de técnica superior. Pois, o Vôlei Canoas, pensando nisso trouxe para o Rio Grande do Sul esta tecnologia para aprimorar a parte física dos atletas. De acordo com o competente preparador físico do Canoas, Guilherme Berriel, a literatura científica mostra há bastante tempo que o desequilíbrio muito grande entre um membro e outro ou entre musculaturas antagonistas de um mesmo membro aumentam a possibilidade de lesão. O objetivo com o teste é detectar esses tipos de desequilíbrio e atuar em cima deles na preparação física ao longo da temporada. Saberemos a partir da próxima sexta-feira como estará fisicamente o grupo de jogadores do Vôlei Canoas, data da estreia dos canoenses diante do Brilhante. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...