sexta-feira, 22 de julho de 2016

Será que o vôlei profissional vai ACABAR em Novo Hamburgo?

Vôlei profissional em Novo Hamburgo não pode acabar. Foto: Daniel Nunes
Alô, amigos!
Sinceramente, se depender de mim e de outras pessoas que fazem muito mais do que eu, o VÔLEI-MASCULINO-PROFISSIONAL-ADULTO-NÃO-MORRERÁ-EM-NOVO HAMBURGO. Afinal, este esporte no município tem uma tradição enorme. Com a Frangosul/Ginástica, a cidade entrou para a história ao celebrar o primeiro título da Superliga, em 1994/95. 

Depois da Frangosul/Ginástica tivemos o retorno do voleibol masculino em 2004 com a On Line, que teve momentos de glórias, mas em seguida foi para São Leopoldo e acabou. Há pouco mais de dois anos tivemos a excelente notícia da criação da Voleisul. Foram momentos importantes e marcantes para todos os apaixonados pelo voleibol. 

CLIQUE AQUI E VEJA ESTE ANÚNCIO
Porém, a crise financeira bateu na porta da associação mantenedora e a consequência disso foi a desistência da disputa da elite depois de muito esforço para conquistar a vaga. Foi quando as intenções dos responsáveis pelo projeto mudaram. E por pouco não se foram para Maringá!

A Voleisul ainda não morreu em Novo Hamburgo. Irá disputar o Campeonato Gaúcho deste ano após os Jogos Olímpicos. Até outubro, a voleibol profissional estará em atividade na quadra da Sociedade Ginástica. Aliás, um parenteses aqui sobre o que representa o ginásio da Ginástica para o voleibol brasileiro. Na temporada de 2015, o levantador Ricardinho (pra mim o maior de todos os tempos nesta posição), disse que era uma honra jogar em Novo Hamburgo no ginásio da Sociedade Ginástica, pois pra ele, era como se fosse atuar no Maracanã do voleibol. Viram a importância de ter vôlei profissional em Novo Hamburgo?

Robson Miranda e João Fernando Hartz estão
fazendo de tudo para o vôlei não morrer em Novo Hamburgo
Mas só sabe desta importância quem é daqui. Com isso, não estou querendo ser bairrista, mas nem sempre o NEGÓCIO precisa estar acima da paixão! Por isso, admiro o João Fernando Hartz, que foi dirigente da Frangosul/Ginástica naquela época de ´vacas gordas`. E destaco o trabalho do Robson Miranda e também do Márcio Jung. Ambos, neste momento atuantes na Voleisul. 

A informação é que esta sendo feito de tudo para que o voleibol não seja novamente sepultado. A intenção do João Fernando, do Robson e do Márcio, é colocar um time para disputar a Superliga B, em meados de janeiro de 2017. Não se sabe ainda se será com o nome de Voleisul ou quem sabe com outro nome. 

Estou torcendo pra que esta batalha seja vencida por eles e que o voleibol profissional em Novo Hamburgo possa ter sequencia, independente do que ocorreu pós final da Superliga! 

CLIQUE AQUI E LEIA MAIS COMENTÁRIOS SOBRE A VOLEISUL
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...