quarta-feira, 17 de agosto de 2016

CBV precisa repensar o voleibol brasileiro!

Meninas da seleção feminina foram eliminadas prematuramente nos Jogos Olímpicos. Fotos: CBV/Inovafoto
Alô, amigos!
Infelizmente é fato: o voleibol brasileiro não passa por um bom momento dentro e fora da quadra. As nossas seleções masculina e feminina são reflexos desta situação diferente do qual estamos vivendo. Tivemos uma eliminação dura da equipe feminina treinada por Zé Roberto Guimarães neste Jogos Olímpicos. E, não ficarei surpreso, se o time masculino comandado por Bernardinho for eliminado também nas quartas de final, embora acredite na qualidade dos nossos jogadores sobre os argentinos. Mas, para conquistar a medalha de ouro, terá que fazer muita força!

Na minha opinião, o problema maior está concentrado na condução de forma antiga dos dirigentes da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV). É inadmissível que a CBV continue fomentando e buscando dinheiro para colocar exclusivamente nas seleções. É necessário ampliar verbas para os clubes. É necessário ter uma visão macro do voleibol, em todo o país, e não somente em alguns estados.

CLIQUE AQUI E SAIBA DAS PROMOÇÕES
É preciso incentivar o voleibol na base. Os clubes que disputam tanto a Superliga A ou B, no masculino e feminino, precisam ser fortes também na base. Para jogar as competições nacionais, a CBV precisa EXIGIR que possuem uma ou duas equipes de base, para que possamos descobrir novos valores. 

Precisamos acabar de uma vez por todas com os times safristas que entram na Superliga e jogam uma, duas ou três temporadas. A CBV precisa colocar um basta nisso. O time que entrar nas competições nacionais deve permanecer vivas por no mínimo dez anos. 

Lucarelli é o futuro do voleibol masculino
E para finalizar, os dirigentes da CBV deveriam modificar o nosso calendário. É inadmissível que os jogadores fiquem sem trabalho, sem treinar, sem jogar por 6 meses após o término da Superliga até o começo da próxima temporada. Isso é demais!

Portanto, se não ajeitarmos a casa, dificilmente voltaremos a ser fortes como um dia fomos no voleibol! Fica a dica!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...