sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Jogar em casa está sendo um ´peso` para o Bruninho!

Bruno Rezende é levantador titular da nossa seleção masculina. Fotos: InovaFoto/CBV
Alô, amigos!
Sinceramente, não achei uma coisa do outro mundo a derrota da seleção masculina de voleibol para o time norte-americano. Não podemos fazer, de maneira alguma, terra arrasada. Foi um jogo extremamente disputado, embora o Brasil tenha perdido por 3 sets 1. Encaramos de igual para igual uma equipe jovem e muito equilibrada na quadra.

Porém, alguns pontos preciso colocar, como jornalista esportivo que acompanha o voleibol desde 1995. A seleção do Bernardinho encontra problema para ter uma jogador que possa definir. Aquele cara que, quando o jogo está difícil, o levantador olha para o lado, e diz: vai que é tua! O cara que decide! Um Giba da vida. Um Giovani, um Tande, um Carlão, um Nalbert! 

Contamos com ótimos jogadores, mas, não vejo Walace, Lucarelli, Lucão ou Maurício Borges como os que podem chamar a responsabilidade. E o jogo contra os Estados Unidos mostrou isso. Lucarelli sumiu, afundou!

Ponteiro Lucarelli é ótimo, mas sumiu no jogo diante dos Estados Unidos
Outro problema está na posição de levantador. Bruno Rezende é excelente, entretanto, acredito que jogar em casa, no Rio de Janeiro, está se tornando um peso pra ele. Nas duas partidas anteriores, apesar das vitórias, não senti firmeza no Bruninho. Estou achando ele um pouco nervoso e ansioso para definir as jogadas. E ele precisa estar tranquilo, afinal, é o cérebro da equipe. 

De qualquer forma, estou confiante na medalha de ouro! 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...