terça-feira, 30 de agosto de 2016

Somente o governador Sartori pode liberar o Pró-Esporte, mais ninguém!

Presidente da FGV, Carlos Cimino, está tentando liberar a verba do Pró-Esporte. Foto: Arquivo Pessoal/Facebook
Alô, amigos!
O maior problema para que o Bento Vôlei, principalmente, possa iniciar a montagem do seu grupo de jogadores visando o Campeonato Gaúcho e Superliga, sem dúvida, é a liberação de mais uma edição do projeto Pró-Esporte. Porém, o projeto está ´trancado` porque alguns falcatruas resolveram se beneficiar e colocar muita grana nos seus próprios bolsos, o que até onde sei não é o caso do clube serrano. 

Pois, nesta segunda-feira, o jornalista Bruno Voloch, o qual tenho maior respeito, publicou na sua coluna no blog no Estadão que tanto o presidente da Federação Gaúcha de Voleibol (FGV) e Radamés Lattari, diretor de competições da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) ignoraram a solicitação dos dirigentes do Bento para intervir junto ao governo gaúcho para liberar o projeto.

Sinceramente, este pedido até aconteceu, entretanto, quero esclarecer tanto ao nobre colega Bruno Voloch e a todos, que não depende do presidente Cimino e muito menos do Lattari a liberação do projeto. Neste momento eles não possuem força alguma junto ao governador José Ivo Sartori para intervir na decisão tomada!

Somente o governador Sartori pode liberar o Pró-Esporte
Faltou, convenhamos, o colega Bruno Voloch verificar todos os detalhes que compõem este imbróglio. Como ele não é aqui da aldeia não entende o funcionamento das coisas e comprou sem olhar a data de vencimento. Acredito que o melhor seria tratar este assunto de forma mais abrangente. Que tal formar um grupo de dirigentes, juntamente com o presidente Cimino, marcar uma reunião urgente com o governador Sartori para conversar abertamente e expor os problemas? 

Assim podemos ajudar mais! Este diz-que-me-diz não faz bem para o voleibol gaúcho, ainda mais com discussão nas redes sociais. Fica a dica!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...